Responsabilidade social é um conceito indispensável para empresas que querem crescer com sucesso e compartilhar seus valores, beneficiando uma coletividade. Os jovens empreendedores da Aloha (9º Si) e Kosmos (9º Se), as corporações do Química Empresarial, estão atentos ao conceito e o incluíram nas suas iniciativas. Na próxima semana, as turmas vão receber jovens da ONG Paciência Viva para compartilhar com eles tudo que estão aprendendo no projeto.
Cinco jovens da Paciência Viva, instituição parceira do Projeto Social do Anglo, virão ao colégio para conhecer de perto as atividades do Química Empresarial. Na terça-feira, 15, os alunos do 9º ano vão apresentar o projeto e falar sobre as etapas de abertura e desenvolvimento da empresa, como a criação das logomarcas e as pesquisas de opinião com o público para definir a produção.
Na semana seguinte, dia 24 de agosto, o grupo irá ao laboratório de Ciências aprender com os nossos alunos as técnicas de produção de sabonetes, perfumes e outros cosméticos. “As turmas vão mostrar como é o processo produtivo no laboratório, com os equipamentos e as matérias-primas que temos aqui, mas, também, vão apresentar alternativas de substituição de alguns utensílios por outros mais acessíveis e que não alteram a qualidade do produto final. Esse cuidado será tomado para que a fabricação desses produtos em outros locais não seja inviabilizada”, destacou a professora de Ciências, Carol Freitas. Após esses encontros, os jovens da Paciência Viva estarão aptos a compartilhar o conhecimento com outros adolescentes atendidos pela ONG.
Apoio ao Martagão Gesteira – Além da parceria com a Paciência Viva, a turma do 9º Se escolheu ajudar, também, o Hospital Martagão Gesteira. Os alunos vão criar uma linha especial de produtos, cujo valor arrecadado com a venda será totalmente doado para a instituição médica.
Conheça o projeto – Coordenado pela professora de Ciências, Carol Freitas, e pelo professor de Matemática, Wellington Marinho, o projeto Química Empresarial transforma os estudantes em jovens empresários do mercado de cosméticos. Ao longo de todo o ano letivo, os alunos do 9º EF II vivem uma experiência de empreendedorismo, com todos os desafios e responsabilidades de montar o próprio negócio. As turmas já começaram a vender as ações. A expectativa é que, na próxima semana, tenha início a etapa de compras de matérias-primas para a fabricação dos cosméticos.
Ao final, a produção será comercializada numa feira realizada no colégio. O lucro obtido será repassado aos acionistas (capital investido somado a 30% de rendimento), usado em atividades escolares dos próprios alunos como o Jantar das Nações e a formatura ou confraternização de encerramento do 9º ano, ou ainda doado aos Projetos Sociais apoiados pelo Anglo.
Anúncios